quinta-feira, 19 de abril de 2012

Por que eu quero emagrecer?

A cada dia que passa eu pergunto "por que eu quero emagrecer" pelo menos 75 vezes ao dia e confesso que até hoje eu tinha dúvida se eu realmente queria isso para a minha vida. No começo eu queria emagrecer para ficar bonita e agora eu quero emagrecer para ficar bem comigo mesma.

Minha família inteira é de obesos, consequentemente com diabetes, hipertensão e todas as outras doenças geradas pelo excesso de peso. E eu comecei a perceber que não quero isso pra mim, não quero ter uma vida sendentária ao ponto de mal conseguir subir dez degrais de escada ou de não usar tênis porque minha barriga jamais me deixaria amarrar os cadarços. Emagrecer é um bem para minha saúde.

Qualquer mudança é dolorida e eu não sei porque pensei que emagrecer seria fácil. Eu tinha isso na minha cabeça, achei que quando eu passasse na nutricionista e me matriculasse na academia as coisas seriam tão rápidas quando comer uma caixa inteira de chocolate. Triste ilusão a minha! A minha força de vontade começou a entrar em conflito com a minha vontade de "jacar", por muitas vezes eu resisti, mas por muitas outras eu me entreguei.

Desde criança sou determinada e perfeccionista, sempre tive medo que me criticassem por ter feito algo errado. E ver que eu estou fazendo dieta e não consigo emagrecer faz eu me sentir a pessoa mais fracassada do mundo. É aquela sensação que eu sempre tive medo que acontecesse, como se todos percebecem o quão falha eu sou. É como se as pessoas me apontasse na rua e dissessem "Tadinha, ta tentando emagrecer e não consegue".

Nesta semana decidi que todas as vezes que eu me perguntar, ou alguém me perguntar "Por que eu quero emagrecer" minha resposta será: Ser magra vai muito mais além de ter um corpo bonito, ser magra não é comer tudo que tem na mesa e não engordar. E muito menos passar fome, uma verdadeira mulher magra não passa fome e nem vontade de comer, quando uma magra quer comer doce ela come, mas sabe exatamente quando parar. Ser magra vai muito mais além dois dígitos da balança. Ser magra é um estilo de vida. Ser magra é praticamente uma tese de mestrado, é tão complicado e tão perfeito que só quem passa por isso compreende.

E como uma mulher magra que sou, não voltarei atrás do meu objetivo. Se eu desejo entrar em um manequim 40 eu irei entrar. Se eu "jacar" irei ajoelhar no milho até sangrar, só pra não fazer isso de novo (HÁ pegadinha, não é pra tanto...rs).

Seguirei os passos do meu ídolo Wall Disney " If you can dream, you can do it" (se você pode sonhar você pode realizar).

=)

2 comentários:

todidieta disse...

Amei o post e principalmente o porque eu quero emagrecer. É exatamente o que temos que dizer a nós mesmas quando pensamos em desistir.

E o principal, melhorar para nós mesmas, pois ninguém merece isso mais do que a gente!

Beijinhos

Equilíbrio! disse...

Adorei tudo que escreveu. Agora uma coisa que aprendi com a vida é que ninguém do meu convívio do dia a dia, inclusive namorado/marido, precisa saber o quanto eu peso (isso é segredo) e também, que eu quero emagrecer. Aprendi que basta imaginar que eu quero emagrecer para aparecer um monte de gente para dar um chocolate, uma bala, um docinho...somente um...umzinho de nada...não vai fazer mal...ah...vc tá tão bonitinha gordinha...hehehe..afff!!! Sucesso...muita força nessa hora...